Edição digital
Publicidades


CIDADE
Atividade estimula criatividade na Jornada de Engenharia Civil da Unipar
27/10/2013
Impressão

Umuarama - O 3º Concurso Pontes de Macarrão repetiu o mesmo sucesso do ano passado e foi a sensação na 4ª edição da Jornada de Engenharia Civil da Universidade Paranaense – Unipar. A animada disputa aguçou a criatividade dos estudantes, que foram divididos em equipes e a cada uma coube a tarefa de construir uma ponte utilizando espaguete, com um metro de vão livre e peso máximo de um quilo.

Com direito à torcida dos colegas, as provas aconteceram no Câmpus Tiradentes, onde todas as pontes passaram por um teste de resistência de peso. A ponte da equipe Laranja suportou 65,5 quilos e foi a vencedora.

De acordo com o coordenador do curso, professor Everley Câmara, o concurso oferece aos estudantes a oportunidade de colocar em prática as teorias aprendidas em sala de aula. “É um meio de motivar os alunos no desenvolvimento de habilidades que permitam a aplicação de conhecimentos básicos de mecânica dos sólidos para resolver problemas de engenharia”.

Segundo ele, a iniciativa é realizada por várias IES (Instituições de Ensino Superior) do Brasil e do exterior. “O concurso é um sucesso e a cada ano as equipes se superam construíndo pontes com mais resistência”. A atividade foi um das tarefas da Gincana Acadêmica.

A Jornada foi aberta com apresentação artística. Eduardo Fernandes de Souza e Mileni Ribeiro, integrantes do Grupo Área de Forró, do IFPR, animou a noite com números de dança de forró. Depois o engenheiro civil Eder Alcine, da CBEMI (Construtora Brasileira e Mineradora), foi convidado para abrir a série de palestras explorando o tema ‘Vida Profissional – O Engenheiro Civil’. Em seguida foi a vez do engenheiro civil Paulo Laureanti, da empresa ABCP, dividir seus conhecimentos sobre ‘Alvenanira Estrutural com Blocos de Concreto’. O diretor da Unidade-Sede, professor Nilvio Ourives dos Santos, prestigiou.
A Jornada continuou com a palestra ‘Energias Sustentáves’, ministrada pelo profissional Dários Schultz, da Copel. Outro tema debatido foi ‘Bambu – Material Alternativo’, com Alex Klein, arquiteto da Guadua Bambu. Oficinas e minicursos integraram as atividades. Entre os temas, ‘Conhecendo as Partes Componentes de um Telhado’ e ‘Alvenaria Estrutural’. 
 

Gincana Acâdemica


Na Jornada, a 2º Gincana Acadêmica também promoveu animação e estimulo a criatividade dos estudantes. Divididos em equipes, todos participaram de atividades culturais e de tarefas teóricas e práticas sobre a profissão, como a Casa de Bonecas - em que as equipes tiveram que construir ‘casinhas’ que serão doadas a crianças carentes – projeto de residência para cadeira e estrutura treliçada de bambu. A equipe verde foi a campeã e ganhou placa comemorativa e certificado, além de 1,5 pontos no 4º bimestre para cada integrante.
 

Deixe seu comentário
(44) 3621-2500
Assinaturas
(44) 3621-2526
assinaturas@ilustrado.com.br
Redação
(44) 3621-2535
editoria@ilustrado.com.br
Classificados
(44) 3621-2525
classificados@ilustrado.com.br
UMUARAMA - PR